Infelizmente não efetuamos envios para o seu país.

veja os nossos destinos de envio

O nosso Servicenter está novamente disponível amanhã a partir das 09h00. Envie-nos um e-mail.

Projekt S5

A freerider super leve
com 180 milímetros de curso

Trilhos complicados com subidas íngremes, superfície deslizantes, cascalho, obstáculos, rampas, descidas com inclinações até 70 porcento e ganchos onde a coordenação de ambas rodas é extremamente limitada. Estes trilhos mais difíceis podem ser resumidos num termo apenas: S5. Isto significa dificuldade de nível 5, sinónimo do trilho mais difícil e mais técnico. Tal trilho exige tanto ao rider como à bicicleta. Trilhos complicados com subidas íngremes, superfície deslizantes, cascalho, obstáculos, rampas, descidas com inclinações até 70 porcento e ganchos onde a coordenação de ambas rodas é extremamente limitada. Estes trilhos mais difíceis podem ser resumidos num termo apenas: S5. Isto significa dificuldade de nível 5, sinónimo do trilho mais difícil e mais técnico. Tal trilho exige tanto ao rider como à bicicleta.

A Canyon mostra com o projecto S5 aquilo que a empresa acredita ser o futuro do ciclismo. Pela primeira vez, a Canyon desenvolveu um projecto de estudo de bicicleta de Montanha. O estudo mostra a direcção a seguir, derrubando convenções pois estas apenas nos travam. Com grandes doses de esforço, o pessoal da Canyon criou uma bicicleta única para a conquista dos trilhos mais remotos apenas acessíveis pedalando com bicicletas com menos curso. O Projecto S5 transforma-se numa super enduro. A ambição dos seus criadores centrou-se em alcançar os melhores desempenhos a descer mantendo um peso aceitável. O núcleo dos 11.95 kg da super-enduro é o quadro, optimizado uma vez mais, com base na nova Torque. As melhores características da versão mais polivalente do quadro de série foram redefinidas: balanceiro, apoios de amortecedor e dropouts são idêncticos em forma mas com muito menos peso, e igual desempenho.

Em complemento, o balanceiro tem um tratamento de endurecimento da superfície de forma a melhorar a resistência às agressões. A equipa de desenvolvimento conseguiu encontrar espaço de manobra nos tubos do quadro e no entanto optimizar a área de utilização. Isto permitiu poupar peso mantendo a capacidade da bicicleta em percorrer estas zonas complicadas, em que são imperativos os 180 milímetros de curso. Por fim, esta bicicleta de estudo está equipada com um eixo em carbono compatível com o Syntace X12, o qual foi construído especificamente para este propósito porque o mais importante está, muitas das vezes, nos detalhes. Se estamos a falar de investir tempo e energia e analisar todos os componentes com o máximo de cuidado, podemos assim manter o peso final o mais baixo possível.

Há também inovação no desig da suspensão. Desde o eixo até à caixa de direcção. Numa parceria próxima entre a Rock Shox e a Canyon desenvolveram uma solução para ir de encontro à filosofia deste projecto: 180 milímetros de curso e um nível de desempenho único, que mantém a roda bem colada ao chão em trilhos complicados e descidas íngremes mas, ao mesmo tempo, ultrapassa subidas sucessivas ou raízes com uma facilidade incrível. E, tudo isto com um peso de apenas 2200 gramas - um verdadeiro feito para uma suspensão de 180 mm. O amortecedor também permite um desempenho pouco conhecido: Apesar do seu baixo peso, o amortecedor funciona de forma tão sensível quanto muitos amortecedores de molas desejariam.

As novíssimas rodas DT Swiss EXC 1550 mantêm a massa rotativa o mais baixo possível. É particularmente nos aros que se pode poupar bastante peso e, porque a tecnologia do carbono não poupou as rodas, os aros destas novas DT Swiss são agora feitos desta fibra maravilhosa. Apesar disso, continuam a oferecer a durabilidade e resistência necessária para o fora de estrada, tão típicos dos produtos DT Swiss. Com um peso de 1550 g. o conjunto, os Suiços trouxeram uma verdadeira pérola para a gama de 2010,representando uma verdadeira alternativa para todos os rider de enduro e freeriders. Os novos pneus Onza Ibex com largura de 2.25" oferecem um grip soberbo sobre pedras e trilhos complicados.

Componentes de fabricantes inovadores individualmente coordenados

Ao nível dos travões, os gestores de produto foram felizes em combinar a melhor estabiliadde, poder de travagem e controlo. Manetes de carbono Formula R1 com pinças Formula "The One" na frente e R1 na traseira param a S5 de forma titânica mas com a sensibilidade de um sismógrafo, sendo estes pré-requisitos importantes para brilhar nestes trilhos sem fim. O sistema de travagem vai mais além das descidas longas e rápidas em altitude, com os seus discos de 200 milímetros na frente e de 180 milímetros na traseira, aqui com aranha em alumínio. O 20 milímetros a mais na dianteira permitem um melhor desempenho, enquanto que na traseira os 180 milímetros - que permitem aplicar a técnica certa - permite também um desempenho de travagem em freeride. No entanto, se quiser levar a S5 até ao limite, as suas capacidades técnicas deverão estar à altura. Parafusos de titânio nas manetes e nos discos permitem baixar o peso adicionando um toque especial a estes componentes.

A transmissão do Projecto S5 representa também um dos destaques. O pedaleiro Clavicula, originalmente desenvolvido para riders de cross-country, destaca-se claramente pela rigidez excepcional e pela suavidade. Os dois pratos super leves de 20/32 tornam - quer as subidas quer as descidas - fáceis a condução. É, acima de tudo a combinação do prato de 20 com a cassete de 34 que permite ao rider ultrapassar as subidas mais íngremes. O prato de 32 dentes permite ao rider aplicar toda a sua potência em descida e também acelerar naquelas situações mais complicadas. Os designers da Canyon desenvolveram uma capa em alumínio para este pedaleiro, de modo a poder aguentar toda a dureza destes trilhos. A "capa" protectora no pedaleiro garante uma protecção efectiva graças à superfície endurecida. Tudo isto confere um aspecto imponente nesta bicicleta premium. Se o rider encontrar elevações ou troncos em descida então o bashguard maquinado CNC - que também tem a superfície endurecida - protege-o de perder alguns dentes.

O projecto S5 representa a estreia da Canyon na concepção de um modelo de Montanha. Seja em Alta Montanha, trilhos complicados ou nos trilhos do dia-a-dia, estes desafios estão em todo o lado e, o Projecto S5 tem todos os pré-requisitos necessários para dominar os trilhos seja a subir ou a descer.

Rock Shox Prototyp Dämpfer

Nachgefräste Rahmenteile zur Gewichtsoptimierung

Clavicula-Kurbel mit Bashguard und "Schutzsocke"

Carbon Steckachse

Superleichte Canyon Sattelklemme

Rock Shox Prototyp Gabel

Rahmen: Torque 2010 light 2.930g
Gabel: Rock Shox Prototyp Studie 180 mm
Dämpfer: Rock Shox Prototyp Studie 76,2 mm Hub
Steuersatz: Acros Ai 03 106g
Laufrad front: DT EXC 1550 650g
Achse front: Canyon Light-Axle 20mm 55g
Laufrad back: DT EXC 1550 850g
Achse back: Canyon Light-Axle Carbon 12mm 36g
Reifen: Onza Ibex FR 2.25 1.390g
Schläuche: Schwalbe XX light 190g
Kurbel: THM Clavicula MTB 175mm 440g
Kette: KMC X9SL 243,5g
Kettenblätter: Mountain-Goat/XTR 20/32 63g
Bashguard: Canyon light BG 48g
Lenker: Syntace Vector Carbon 170g
Vorbau: Syntace Force 109 ti 109g
Griffe: Canyon short 50g
Bremse front: Formula THE ONE 203 Carbon/Alu/Titan 354g
Bremse back: Formula R1 180 Carbon/Alu/Titan 276g
Umwerfer: Shimano XTR 130g
Schaltwerk: SRAM X.O 192g
Schaltgriffe: SRAM X.O 224g
Zahnkranz: Recon 11-34 Aluminium 148g
Sattel: Selle Italia SLR Kit Carbonio 125g
Sattelstütze: Easton EC90 SP Zero 190g
Sattelklemme: Canyon Special Seat Clamp 35g
Schaltzüge: Nokon 70,5g
Kurbelarmschützer: Canyon 60g
     
Gesamtgewicht incl. Schmierstoffe etc.: 11.945g