nov 9, 2021 Canyon.com
nov 9, 2021 Canyon.com

Desenterrada: a primeira época de gravel de Tiffany Cromwell

De um final bem-sucedido no cenário da bicicleta de estrada até ao mais profundo das corridas gravel, Tiffany partilha as suas experiências como novata no gravel.

Desenterrada: a primeira época de gravel de Tiffany Cromwell Tiffany Cromwell fez a sua primeira época de gravel em 2021.

Tiffany Cromwell é uma das ciclistas mais ambiciosas do pelotão profissional. Profissional desde 2010, já tem mais de uma década de experiência e tem a esperança de poder manter a história de sucesso por muitos anos com a equipa Canyon // SRAM Racing.

O seu sucesso recente foi na estrada, no entanto, algumas das suas vitórias agora estão escritas em gravel. Como vencedora da final Belgian Waffle Ride no Kansas, Tiffany está a provar que é possível equilibrar as duas disciplinas como ciclista profissional.

Em antecipação ao lançamento da Canyon Grail CF SL 7 Race CSR que Tiff conduziu, conversamos com ela para descobrir como foi a temporada de gravel e como planeia desenvolver o seu calendário nos próximos anos.

Que preferes de fazer gravel e porquê?

Eu amo que as bicicletas de gravel dão-te a capacidade de explorar mais e andar nas ‘estradas menos percorridas’. Dão-te a confiança para virar na direção errada sem medo de acabar numa estrada de gravilha, porque sabes que tens uma bicicleta que aguenta. Compara-o com estares na tua bicicleta de estrada , estás sempre com um pouco de medo de acabar danificando a bicicleta. Acho que com uma bicicleta de gravel podes ser mais aventureiro, fugir do trânsito e aproveitar o melhor dos dois mundos: dentro e fora do asfalto.

Eu amo que as bicicletas de gravel dão-te a capacidade de explorar mais e andar nas ‘estradas menos percorridas’.

Tiffany Cromwell - Canyon//SRAM Racing
Tiffany Cromwell

Que preferes das corridas de gravel e porquê?

Amo o ambiente e camaradagem nas corridas de gravel. Todo mundo está lá para se divertir e não há os egos que encontras nas corridas de estrada . Também há muito menos julgamento e um verdadeiro senso de comunidade. Adoro isso antes e depois da corrida, as pessoas só querem sair e se divertir, desfrutar de cervejas juntas. A corrida é divertida e desafiadora e acho ótimo que o gravel seja tão inclusivo e atenda a todos. Podes estar lá para correr e lutar pela vitória ou podes simplesmente aproveitar o tempo e te divertir junto aos teus amigos e apenas te desafiar para chegar à linha de chegada. É uma sensação muito mais relaxada do que nas corridas de estrada.

Que é o mais difícil do gravel para ti e porquê?

As corridas de gravel, normalmente, são superlongas, então vais competir 5 a 10 horas ou mais, dependendo da corrida. Em comparação, as minhas corridas de estrada duram de 3 a 4 horas, isso definitivamente levou algum tempo para me acostumar. Como eventos de participação em massa, a maioria das corridas começa com os homens, então, como mulheres, a melhor tática é tentar aguentar o máximo possível e ser a ‘última mulher em pé’ a ganhar a corrida. Infelizmente, isso significa que muitas vezes estou a andar no ou acima do meu limite desde o início da corrida e sustentar isso durante toda a corrida é bastante desafiador.

A maioria das corridas de gravel são autossuficientes, o que significa que precisas carregar toda a comida e água, bem como solucionar qualquer problema mecânico durante a corrida. Isso é algo que devo ter em conta ao planear a minha estratégia. Obviamente, são coisas em que não devo pensar nas corridas de estrada, pois sempre contamos com o apoio da equipa, alimentação e mecânicos.

Começar cedo sempre foi um desafio para mim. A maioria das corridas começa com o primeiro raio de sol, isso significa que normalmente estou com o pequeno-almoço as primeiras horas da manhã e tenho de tentar digerir a tempo para começar. Não sou a melhor pessoa na manhã e este é um aspecto das corridas de gravel que ainda preciso melhorar.

Tiffany Cromwell Tiffany desfruta da camaradagem do gravel.

Que dicas darias a quem quer iniciar-se no gravel?

Eu diria que o melhor conselho é apenas ir lá e tentar. Planea uma rota que vá por estradas de terra ou talvez começa com caminhos suaves e, então, gradualmente irás tornando-te mais aventureiro e experimentando trilhos rochosos ou técnicos mais difíceis.

Não tenhas medo de te perder ou sair da zona de conforto. Para começar nas corridas de gravel, encontra uma competição e participa. A maioria das corridas de gravel tem comprimentos diferentes, o que significa que podes começar com uma das distâncias mais curtas e gradualmente trabalhar até ao evento principal. Tenta começar com uma das corridas menores e não vás diretamente a uma das corridas maiores. Não tenhas medo de fazer perguntas: os riders de gravel estão sempre dispostos a ajudar e partilhar conselhos, na minha experiência, sejam estratégias de nutrição, pressão dos pneus ou que cerveja beber depois da corrida! É uma comunidade muito amigável.

Como ajudaram as tuas habilidades de corrida nesta nova etapa gravel?

Acho que minhas habilidades definitivamente ajudam nas corridas de gravel especialmente na parte inicial da corrida, quando ainda é um grupo grande. Saber como usar rodas para entrar num pelotão e encontrar proteção contra o vento é definitivamente uma vantagem. Muitas pessoas que correm no gravel são superfortes, mas sem experiência em corridas de estrada, podem não ter a habilidade de competir em grupos e usá-las no seu benefício. Acho que meu conhecimento tático também ajuda. Eu entendo de corrida e definitivamente posso usar isso ao meu favor quando se trata de derrotar os meus oponentes. Não só isso, mas eu sei como me posicionar para me dar a melhor oportunidade de ganhar um sprint de grupo.

Em que é diferente o teu treino de gravel do treino de bicicleta?

A maior diferença é apenas a distância e passar algum tempo a pedalar fora da estrada. As corridas de gravel exigem que gastes muito tempo simplesmente a andar de bicicleta. É muito menos específico do que na estrada, ou seja, realmente não precisas fazer o treino intervalado para o gravel. Uma vez que a maioria das corridas são um longo trabalho árduo, é mais sobre ter boa resistência numa variedade de terrenos, junto à capacidade de ser forte na terra e superfícies mais irregulares. O treino para uma corrida de estrada é muito mais específico devido às diferentes demandas das corridas e à mudança de ritmo.

Tiffany Cromwell A nova Canyon Grail CF SL 7 Race CSR é uma máquina de gravel dos sonhos.

Onde gostarias mais de pedalar com a tua gravel e porquê?

Sem dúvida, adoraria pedalar na minha cidade, Adelaide, ou em qualquer outro lugar da Austrália. Também adoraria pedalar em Escandinávia. Há uma corrida em Islândia que parece muito épica. Poderia ser divertido!

Os ciclistas de gravel estão sempre dispostos a partilhar conselhos, incluindo que cerveja beber depois da corrida!

Tiffany Cromwell - Canyon//SRAM Racing
Tiffany Cromwell Tiffany vence na Kansas Belgian Waffle Ride. | © Shafik Kadi

Quais são os teus planos para 2022 e como vai ser o equilíbrio entre estrada e gravel?

Ainda não nos sentamos e elaboramos planos para 2022. O plano é fazer um programa combinado de gravel e estrada. Ainda quero focar nos grandes eventos de corrida de estrada, como o Spring Classics, Tour de France Femmes e Campeonato Mundial [realizado na Austrália natal de Tiffany em 2022]. Idealmente, serei capaz de encontrar alguns momentos no meu programa de estrada onde posso me desligar do stress e fazer algumas corridas de gravel. E, claro, a UCI está a chegar com um ‘Calendário Mundial para Gravel’ e um Campeonato Mundial de Gravel, então temos de ver como é antes de escolher em quais corridas participar.

Estou realmente ansiosa por 2022 e todas as corridas que temos pela frente, tanto em gravel quanto na estrada.

Se te inscreves à nossa Newsletter estás a aceitar a nossa Política de proteção de dados pessoais .

Este artigo foi útil?

Obrigado pela tua opinião

Histórias relacionadas

jun 10, 2021
Escolhe a melhor bicicleta de gravel para as tuas necessidades. Descobre os prós e contras de todos os modelos com este nosso guia do comprador.
mar 21, 2021
O gravel racing foi do zero a herói em apenas poucos anos, atraindo tanto profissionais como amadores. Mas o que o torna tão emocionante?
jun 9, 2021
Desde os poderosos Alpes no sul até às amplas planícies no norte, esta lista dos melhores passeios em gravel na Alemanha facilitará o planeamento da tua próxima aventura fora da estrada.
abr 17, 2024
Prepara-te para mergulhares no Giro d'Italia 2024! Vamos cobrir tudo, desde percursos de corrida e etapas até às equipas que competem pela glória.
A carregar o conteúdo
Loading animation image